Meu filho se recusa fazer a lição de casa. E agora?
  • 20 agosto de 2018
  • admin
  • Autismo

Meu filho se recusa fazer a lição de casa. E agora?

Definidas como tarefas que os professores atribuem aos alunos fora da escola, o dever de casa tem diversas finalidades, como o reforço dos conteúdos e das competências adquiridas durante o dia escolar, habilidades de estudo e organização, e melhorar a auto-disciplina.
No entanto, esta finalidade não é totalmente entendida para as crianças que devem executá-la e com a concorrência de estímulos reforçadores que se tem em casa, muitas crianças se recusam a realizar as lições de casa.

Relevância do uso de Reforçadores para tarefas acadêmicas nos TEAs

As crianças com transtornos do espectro do autismo (TEA) e outras deficiências são frequentemente expostas a trabalhos acadêmicos e trabalhos de casa que são desafiadores ou simplesmente desinteressantes para elas.
Pesquisas apontam que isso pode levar a um comportamento disruptivo (leve a severo) usado para evitar ou escapar da tarefa acadêmica. Quando isso ocorre com a lição de casa, há uma perda da oportunidade de aquisição de conteúdo direcionado em um ambiente que permite a prática em atenção individualizada.
Em pesquisa realizada por Koegel, Singh, Koegel (2010), foi concluído que a incorporação de componentes motivacionais nas tarefas resultou na conclusão de deveres mais rápidos, diminuição de comportamentos disruptivos e maior interesse pelas atividades.
Estes componentes motivacionais foram criados a partir de coisas e atividades reforçadoras, permitindo que a criança escolhesse desde o material a ser utilizado para a realização da lição, até o local em que a mesma seria feita e finalizando com o que gostaria após a atividade concluída. Intercalou ainda o foco da atividade com realização de demandas reforçadoras.

O que fazer para reduzir as dificuldades para a realização da lição de casa?

  • Trazer expectativas para os deveres de seu filho pode acarretar em descontrole. Tente manter a calma, pois ficar frustrado e gritar, dará um tom negativo a tarefa.
  • Combine o nível da ajuda com a necessidade de sua criança, pois a papel dos pais neste dever é apenas de orientação, podendo dar sugestões, mas não assumir o papel do professor de classificar a tarefa.
  • Inserir uma rotina com o horário da lição de casa, pode ajudar a criança a criar este costume com maior facilidade. Esta rotina pode ocorrer mesmo sem lição de casa, sendo um momento de lerem juntos e desenharem, por exemplo.
  • Diante de demandas em que seu filho pode apresentar muita dificuldade, é natural que ele queira se esquivar da realização destas atividades. Nestes casos, o melhor é demonstrar empatia e fornecer formas eficazes para a aprendizagem ocorrer, visto que cada indivíduo aprende de maneira diferente.
  • Algumas crianças precisam de ajuda para iniciar frente a demandas grandes, sendo necessário prover ajuda no início destas atividades. Isso não significa que você estará fazendo a lição no lugar de seu filho, mas proverá a ajuda que ele precisa naquele momento.
  • Divida os conteúdos.
  • Para finalizar, é sempre importante reforçar o comportamento positivo, e isso significa oferecer algum tipo de incentivo para completar o dever de casa ou obter boas notas. A maioria das crianças obtém satisfação pessoal ao obter boas notas e concluir seu trabalho, e é isso que estamos almejando. Mas também é útil oferecer alguns estímulos para incentivá-los.

Referências Bibliográficas:

  • Compartilhar essa materia:
Top